sexta-feira, junho 18, 2021

Instalação de bloqueadores de celular em presídios pode se tornar obrigatória

Leia também

Estoques de oxigênio estão em nível crítico em municípios paulistas

Levantamento de secretários municipais aponta para falta de cilindros de oxigênio e concentradores usados para aumentar a quantidade de oxigênio oferecida aos pacientes.

Planejamento e estratégias são temas de programa online do IEL -PE

Direcionar o seu negócio pelo caminho da eficiência e do sucesso. Esse é o objetivo principal do programa 'Planejamento...

“Meu rio é silêncio”: novo single da cantora petrolinense Dayanne Menezes reflete sobre as angústias humana e os mistérios do rio

Refletir, de maneira poética e sensível, sobre os mistérios do rio e as angústias humanas. É com esse intuito...

O Plenário do senado aprovou nesta semana um projeto de lei que obriga a instalação de bloqueadores de sinal de telefones celulares em presídios e penitenciárias nos próximos 180 dias. A propósta recém-aprovada, de autoria do senador Eunício Oliveira (PMDB/CE), complementa uma lei de 2003 que já determinava essa obrigatoriedade, mas não dizia de onde viria o dinheiro para custear a instalação.

De acordo com o texto aprovado pelos senadores, a instalação dos bloqueadores ficará a cargo da União, e o custeio será feito por meio do Funpen (Fundo penitenciário); os estados e o distrito federal também deverão oferecer apoio. Segundo uma emenda apresentada pelo senador Romero Jucá (PMDB/RR), as operadoras de telefonia móvel também serão responsáveis pela instalação; caso contrário, não poderão obter novas outorgas para continuar operando o serviço.

Houve ainda outra emenda original ao texto original de Oliveira, apresentada pelo senador Lasier Martins (PSD/RS). O texto de Martins obriga as operadoras e fornecerem “acesso irrestrito” a informações que as autoridades julguem necessárias para combater a criminalidade. Com essas duas emendas, o projeto de lei foi aprovado por unanimidade (60 votos contra zero).

Opiniões

A aprovação da medida foi celebrada por diversos senadores, entre eles Jorge Viana (PT/AC), que relacionou um aumento significativo da violência nos últimos quatro anos com o aumento do desemprego, que hoje afeta quase 15 milhões de brasileiros. Omar Aziz (PSD/AM) considerou que é de dentro dos presídios que partem as ordens do crime organizado, e que portanto a medida seria eficaz em desestabilizar as organizações criminosas.

Por outro lado, outros senadores apontaram para as limitações da medida para resolver o problema do crime organizado. Gleisi Hoffmann (PT/PR) ressaltou que o Brasil tem hoje a terceira maior população carcerária do mundo, com mais de 720 mil presidiários; mesmo assim, “os grandes traficantes continuam soltos porque a polícia está despreparada e sem recursos. Cristóvam Buarque (PPS/DF) opinou que o projeto é importante mas insuficiente para combater a “guerra civil” resultante do crime.

Histórico

Não se trata da primeira vez que o senado aprova um texto com teor desse tipo. Em 2007, os senadores aprovaram um projeto semelhante, que foi encaminhado para a Câmara dos Deputados. Desde então, no entanto, ele não foi apreciado pelos deputados.

Esta proposta recém-aprovada também precisará receber a aprovação dos deputados, e em seguida a sanção do presidente, antes de entrar em vigor. No entanto, é provável que os deputados estejam concentrados na deliberação quanto à reforma da previdência que o presidente Michel Temer pretende aprovar nas próximas semanas.

- Anuncio -
- Anuncio -

Últimas notícias

Estoques de oxigênio estão em nível crítico em municípios paulistas

Levantamento de secretários municipais aponta para falta de cilindros de oxigênio e concentradores usados para aumentar a quantidade de oxigênio oferecida aos pacientes.

Planejamento e estratégias são temas de programa online do IEL -PE

Direcionar o seu negócio pelo caminho da eficiência e do sucesso. Esse é o objetivo principal do programa 'Planejamento Estratégico: elaboração e aplicação', que...

“Meu rio é silêncio”: novo single da cantora petrolinense Dayanne Menezes reflete sobre as angústias humana e os mistérios do rio

Refletir, de maneira poética e sensível, sobre os mistérios do rio e as angústias humanas. É com esse intuito que a cantora petrolinense Dayanne...

Cardi B Deletes Instagram After Social Media Backlash Over Her Historic Grammys Win

 The main thing that you have to remember on this journey is just be nice to everyone and always smile. Refreshingly, what was...

Offset Shares a Video of Cardi B Giving Birth to Baby Kulture

 The main thing that you have to remember on this journey is just be nice to everyone and always smile. Refreshingly, what was...
- Anuncio -

Continue informado

- Anuncio -