A Executiva Estadual do PSB decidiu retirar do comando do partido em Petrolina o prefeito da cidade, Miguel Coelho, filho do senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB), que migrou para a oposição ao governador Paulo Câmara (PSB). No lugar de Miguel, o partido será presidido no maior município do Sertão de Pernambuco pelo deputado federal Gonzaga Patriota e terá como vice o deputado estadual Lucas Ramos.

A dissolução da comissão provisória foi pedida por Lucas através de uma carta argumentando que o prefeito não representava mais o PSB. Lucas e Miguel disputaram a indicação para concorrer à prefeitura de Petrolina, mas o partido favoreceu os Coelho.

Irmão de Miguel, o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, deixou o PSB no mês passado por discordar da sigla no apoio ao governo de Michel Temer (PMDB). FBC havia saído da agremiação em setembro e trabalha para que o PMDB tenha candidatura de oposição ao Palácio do Campo das Princesas. Prestes a embarcar em um voo, o prefeito Miguel Coelho afirmou ao JC, por telefone, que deve falar sobre o assunto nesta terça-feira (14).